terça-feira, 21 de maio de 2013

O Mundo das Fraldas Reutilizáveis: Materiais



Antes de mais, aqui fica um pedido de desculpas por este post se ter atrasado um pouco.
Como sabem, depois das últimas noticias sobre a nossa situação fértil, estivemos mais concentrados nos nossos treinos e vida de casal e acabei por me atrasar nas minhas escritas do blog.

No post Razões para Reutilizar, já expliquei as vantagens das fraldas reutilizáveis, tanto para a carteira, como para o ambiente e para a saúde do bebé.
Neste post vou apenas comentar algumas características gerais dos principais materiais utilizados nas Fraldas Reutilizáveis, bem como algumas das suas vantagens e desvantagens, para cada um decidir quais lhes parecem melhores.



Algodão
O Algodão cresce em campo, dentro de uma vagem protectora que, ao abrir-se, mostra a massa de fibras longas e macias que são enroladas em fios e podem ser transformadas em tecido ou ser tricotadas.
Regra geral são utilizados diversos tipos de químicos na sua cultura e o seu processamento exige um grande consumo de água e energia.
O Algodão é considerado um tecido natural, barato, respirável e absorvente e a sua limpeza é bastante fácil, pelo que é um dos materiais mais utilizados no fabrico de fraldas reutilizáveis.
É penas importante ter em conta que o algodão não deve ser aquecido em excesso e não deve permanecer molhado durante longos períodos de tempo, caso contrário as suas fibras serão danificadas e a sua durabilidade comprometida.
Actualmente, é cada vez mais popular o Algodão Orgânico, produzido sem fertilizantes e outros produtos químicos e sem recurso a alterações genéticas da planta, o que o torna numa opção muito amiga do ambiente e saudável para o bebé.



Bambu
O Bambu é uma planta que cresce rapidamente, em forma de hastes, sem necessidade de recurso a pesticidas, fertilizantes e outros químicos.
A dissolução da polpa encontrada no interior das hastes, com o recurso a produtos químicos, formará fibras alongadas que posteriormente serão usadas para criar o tecido. Apesar do recurso a produtos químicos na sua manufactura, os tecidos de bambu são considerados mais amigos do ambiente que os de algodão.
Os tecidos de bambu caracterizam-se pela sua suavidade ao toque e absorvência  sendo ainda um material termo regulador com propriedades anti-bacterianas. 
Para prolongar a durabilidade dos tecidos de bambu é aconselhável lavá-los e enxaguá-los, evitando químicos causticos como o bicarbonato de sódio e sempre que possível, optando por detergentes com pH baixo.



Cânhamo
O Cânhamo é uma planta, pertencente ao género Cannabis, que cresce muito facilmente e, tal como o bambu, sem necessidade de recurso a produtos químicos, em quase todos os tipos de campos e climas.
É importante mencionar que o Cânhamo, ao contrário da sua prima maconha, não possui nenhum teor de THC, no entanto o seu cultivo continua a ser limitado e até proibido em alguns países.
As fibras utilizadas na produção de tecidos, são feitas através do material fibroso presente em volta da haste das plantas, que, posteriormente, será suavizado e entrelaçado em fios.
Este tipo de tecido tem-se tornado muito popular devido à sua durabilidade, grande capacidade de absorvência, propriedades anti-microbianas naturais e hipoalergénicas.
Regra geral o Cânhamo é misturado com outro material como o algodão, o que o torna mais suave e confortável.
Devido ao seu grande poder de absorção a sua correcta limpeza exige uma lavagem e enxaguamento com recurso a maiores quantidades de água, de forma a que todas as partículas de detergente saiam do seu interior, evitando assim entupimentos e maus odores. Este tecido também tem tendência a demorar  mais a secar.




A Lã, é simplesmente o pelo tosquiado de ovelhas e cordeiros. As fibras do pelo são depois penteadas, entrançadas e, em seguida, transformadas em tecido ou malha. 
A Lã pode absorver até 30% do seu peso em água, atraindo a humidade e guardando-a no seu interior, afastando a humidade da pele do bebé, ao mesmo tempo que as fibras coesas e cobertas de lanolina fazem com que actue como uma camada impermeável. A lã é ainda um material muito respirável e suave,  muito utilizada como capa para vários tipos de Fraldas Reutilizáveis.
É importante ter em atenção que a Lã leve ser lavada com um detergente com lanolina de forma a preservar a sua impermeabilidade e necessita de um pouco de amaciador para se manter suave e maleável. Deve ainda, sempre que possível  ser seca no estendal de forma a evitar que se estique, encolha e/ou endureça.
A Lã tem tendência a ser cara, volumosa e pode criar prurido a algumas pessoas.



Poliéster
O Poliéster usado na manufacturação de tecidos é um produto químico sintético criado, pelo homem, na forma de fios. A sua produção é altamente tóxica e, regra geral, não são biodegradáveis.
Existem vários tipos tecidos feitos com poliéster, criados para desempenhar diversas funções:
   - A Microfibra consegue absorver e guardar grandes quantidades de humidade, é muito leve e seca-se muito rapidamente, pelo que é muito utilizada na fabricação de absorventes para fraldas de bolso e tudo em dois (o seu poder de absorção é tão grande que se recomenda a utilização de algum tipo de tecido protector sobre a mesma, evitando que fique em contacto com a pele do bebé e a resseque e crie irritações);
   - O Tecido Polar é bastante macio e afasta a humidade da pele do bebé, pelo que pode ser utilizado em Tecidos Protectores, no entanto também tem a particularidade de não se deixar trespassar por jactos de água, o que o torna uma boa capa para as fraldas reutilizáveis (a utilização depende da grossura do tecido);
   - O PUL e o TPU são bastante impermeáveis pelo que a sua utilização como camada exterior das fraldas de bolso, tudo em um e tudo em dois é muito comum.
   - Outros tecidos como o Micro-fleece, Micro-suede e Suede cloth afastam eficazmente a humidade da pele do bebé e são utilizados na produção de Tecidos Protectores.

Os poliésteres devem ser lavados com bastante detergente para separar a sujidade das suas fibras e ser bem enxaguados de seguida.



Bons Planos!

2 comentários: